sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Twitter entra com pedido para abrir capital...

O Twitter enviou documentos ao órgão regulador do mercado financeiro norte-americano (SEC, na sigla em inglês) para começar a operar na bolsa de valores do país. A informação foi divulgada na própria conta da empresa, nesta quinta-feira.

Segundo fontes que falaram ao jornal New York Times, a empresa espera já ter regularizado a operação até o final deste ano e acredita que as ações possam começar a ser negociadas no início de 2014.

Se confirmada a abertura de capital (IPO, na sigla em inglês), o Twitter seguirá a estratégia adotada pelas gigantes da internet Google, em 2004, e Facebook, em 2012. No ano passado, a empresa de Mark Zuckerberg arrecadou US$ 16 bilhões e teve valor de mercado fixado em US$ 104 bilhões, quando suas ações foram vendidas a US$ 38.

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Facebook inclui dados profissionais de usuários em perfis, tipo LinkedIn...

O Facebook está realizando testes em perfis para que seus usuários possam incluir informações profissionais e educacionais detalhadas à sua Linha do Tempo. Além de incluir diversos dados acadêmicos e habilidades profissionais, usuários poderão criar uma rede de contatos específica, além de buscar novas posições no mercado profissional, fornecendo mais informações para que empresas que buscam novos candidatos possam avaliá-los.

Facehawk transforma sua timeline do Facebook em videoclipe!
Este novo recurso é influenciado por características da rede social de contatos profissionais LinkedIn e já pode ser visto em perfis da rede social disponíveis em várias línguas. Basta acessar o seu Perfi > Sobre > Trabalho e Educação > Editar. A nova função, ainda em testes, estará disponível ao final das instituições de ensino e trabalho relacionadas pelo usuário.

Facebook inclui dados profissionais de usuários em perfis, tipo LinkedIn

O Facebook está realizando testes em perfis para que seus usuários possam incluir informações profissionais e educacionais detalhadas à sua Linha do Tempo. Além de incluir diversos dados acadêmicos e habilidades profissionais, usuários poderão criar uma rede de contatos específica, além de buscar novas posições no mercado profissional, fornecendo mais informações para que empresas que buscam novos candidatos possam avaliá-los.

Facehawk transforma sua timeline do Facebook em videoclipe!
Este novo recurso é influenciado por características da rede social de contatos profissionais LinkedIn e já pode ser visto em perfis da rede social disponíveis em várias línguas. Basta acessar o seu Perfi > Sobre > Trabalho e Educação > Editar. A nova função, ainda em testes, estará disponível ao final das instituições de ensino e trabalho relacionadas pelo usuário.
Facebook testa incluir habilidade profissionais em perfil do usuário (Foto: Reprodução/ The Telegraph)
Facebook testa incluir habilidade profissionais em perfil do usuário (Foto: Reprodução/ The Telegraph)
Mais do que nunca o seu Facebook pode ser um caminho para recolocação no mercado profissional. Segundo declaração de um porta-voz da rede social, o site está realizando uma série de testes que visa implementar mais informações que poderão ser acessada por seus contatos profissionais. “Estamos testando uma nova opção onde você pode adicionar suas habilidades profissionais para a seção trabalho e educação de seu perfil”, disse o porta-voz.
Alguns usuários já tiveram acesso ao novo recurso disponível na seção “Sobre”, basta rolar a página até a opção que se encontra abaixo de “Trabalho e educação” e começar a preencher com seus dados com tags relacionadas, exatamente como em outras seções de seu perfil.

O Facebook vem atualizando lentamente as opções para seus usuários com intuito de ter mais relevância no mercado de recrutamento online. Diversas empresas buscam informações pessoais de candidatos a uma vaga de emprego através de redes como Facebook e Twitter. Ou seja, caso este recurso seja realmente implementado, pode colaborar com muitas pessoas que buscam novos empregos ou recolocação no mercado de trabalho.
A nova atualização que se encontra em fase de testes é influenciada pelas características da rede de contatos profissionais LinkedIn. A rede permite, entre outras coisas, que seus usuários incluam diversos atributos profissionais ao perfil como línguas, cursos, certificações, publicações, projetos e outros. Ainda não há previsão para o recurso chegar a todos os perfis.