sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Internauta é denunciada mais de 8 mil vezes por ataques a nordestinos no Twitter

Uma usuária do Twitter provocou tumulto na rede ao usar o microblog para atacar os nordestinos. O perfil, supostamente pertencente a uma jovem de Porto Alegre (RS) identificada como Sophia, foi denunciado, entre a madrugada e o início da tarde desta sexta-feira (9), 8.148 vezes à SaferNet Brasil, organização não-governamental especializada no combate de crimes contra direitos humanos na web.

Assim como a estudante de Direito Mayara Petruso, que, em novembro do ano passado, logo após o anúncio do resultado das eleições presidenciais, desencadeou uma onda de ódio na internet ao dizer no Twitter que queria "afogar os nordestinos", o perfil atribuído a Sophia também detonou, em menor proporção, manifestações de preconceito semelhantes, informa a Terra Magazine o presidente da SaferNet, Thiago Tavares.

- Estamos apurando para esclarecer se a conta dela foi hackeada ou não. É um perfil antigo. Não descartamos esta possibilidade. Mas se for ela mesma, poderá responder pelo crime de racismo, que é inafiançável. A pena varia de dois a cinco anos - diz Tavares, lembrando que Mayara Petruso atualmente responde na Justiça pelos ofensas aos nordestinos.

O presidente da SaferNet faz um apelo aos internautas para que não ajudem a espalhar os links com as mensagens de ódio.

- A recomendação é que não reproduzam os links nem fiquem batendo boca com o perfil que está cometendo o crime. Eles querem isso, querem atenção, querem repercussão.

Para denunciar crimes na web, os internautas podem acessar os endereços: http://www.safernet.org.br/site/denunciar ou http://denuncia.pf.gov.br/. "Os canais funcionam de forma integrada", explica Thiago Tavares.

Ódio sem freio

A polêmica começou a ganhar corpo na noite de quinta-feira (8). Nas mensagens postadas no Twitter, a pessoa por trás do perfil - que tem 36.557 seguidores - destila preconceito ao chamar a população do Nordeste de suja e pobre. Em um dos ataques, chega a dizer que "nordestino não nasce.. é cagado".

O Bolsa Família e o Fome Zero, programas sociais do governo federal, também são usados como munição para os ataques.

- Vai cortar tua cana nordestino.. colocar a comida na mesa para seus 15 filhos se alimentarem...... viver de bolsa família é fácil, né?

- Cesta básica do Fome zero tinha que ser Bosta de Cachorro.. desperdiçar comida com esse povo "lixo" é foda.

Fonte: Terra Magazine

Nenhum comentário:

Postar um comentário