sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Infraero: Brasil registra mais de 400 voos atrasados após paralisação

Um balanço divulgado pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) às 20h desta quinta-feira apontou que, após a paralisação dos aeroviários no aeroporto de Congonhas em São Paulo, mais de 500 voos foram cancelados em todo o Brasil. De acordo com o boletim, 677 sofreram atrasos (25% do total) e 118 foram cancelados (4,4%), de um total de 2706 voos. Dos 212 voos internacionais, a Infraero contabilizou 64 (30,0 2%) atrasos e sete cancelamentos (3,3%).

 O período de Natal e a paralisação fez com que o terminal da capital paulista registrasse a situação mais complicada do Brasil. De acordo com o relatório, dos 239 voos programados, 107 (44,8%) sofreram atrasos e 33 (13,8%) foram cancelados.

 Na tarde desta quinta-feira, o Sindicato dos Aeroviários do Estado de São Paulo cancelou as paralisações e deve votar em uma nova assembleia, a partir da próxima semana, se uma nova greve será adotada entre o Natal e o Ano-Novo. Já o Sindicato Nacional dos Aeroviários (SNA) rejeitou o acordo com as companhias aéreas e, segundo a assessoria de imprensa da entidade, paralisações parciais já começaram no início da noite desta quinta-feira entre os funcionários em terra nos aeroportos do Galeão, no Rio de Janeiro, Brasília, Salvador e Confins, em Minas Gerais(MG)

Nenhum comentário:

Postar um comentário