quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Falta de conscientização é entrave para tratar lixo eletrônico

Para especialistas, a correta destinação do lixo eletrônico no País esbarra no desconhecimento das pessoas. O Brasil aprovou em agosto de 2010 a Política Nacional de Resíduos Sólidos, que determina, entre outros itens, como deve ser a reciclagem de equipamentos eletroeletrônicos. A operacionalização da lei está sendo discutida em Brasília, mas segundo especialistas não será tão fácil implantar um sistema de destinação correta à sucata de computadores, celulares e utilitários domésticos, por uma série de questões. A principal delas, segundo representantes da indústria e das distribuidoras de tecnologia, é a conscientização das pessoas. Leia mais em...

Nenhum comentário:

Postar um comentário